reclame

Mensagens evangelicas

Não reclame. Clame

Anúncios

Em janeiro de 2015, minha esposa e eu recebemos a maior bênção de Deus em nossas vidas: a nossa filha Lorena. Desde que ela nasceu, as nossas noites de sono nunca mais foram as mesmas. Como acontece com qualquer bebê, não foram poucas as vezes em que a Lorena nos acordou de madrugada chorando, por causa de cólica, fome e até mesmo porque estava na hora de trocar sua fralda. Como pais, nós entendemos as razões do seu choro, pois se a Lorena não gritasse e chorasse reclamando que precisava de cuidados, nós nunca saberíamos o que estava se passando com ela. Ou seja: reclamar faz parte da sobrevivência de uma criança.

Depois que crescemos, existem também alguns casos em que reclamar continua sendo muito importante. Dias atrás, eu fui em uma loja e comprei um celular. Quando cheguei em casa e fui ligar o aparelho, descobri que ele não funcionava como deveria. Não tive dúvidas; voltei à loja e reclamei com o gerente, que me deu um celular novo e sem defeitos. Se eu não tivesse ido até lá para reclamar, teria perdido meu dinheiro.

Diante destes dois exemplos, fica claro como é importante a reclamação. Contudo, tenho visto muitas pessoas reclamarem de tudo e a todo momento, sem prestarem atenção no que estão fazendo. Se você tem feito isso, tome cuidado, pois Deus não gosta desse tipo de atitude!

Eu conheço uma pessoa que reclama de absolutamente tudo: se o dia está ensolarado, ela reclama que está muito calor; se chove, reclama que não pode colocar as roupas no varal. Se está desempregada, reclama que não tem dinheiro nem para o pão do café da manhã; e se encontra um emprego, reclama porque terá que acordar mais cedo para pegar a condução. E por aí vai...

Veja só como o povo de Israel, que tinha acabado de ser liberto das mãos de Faraó, tirou a paciência de Deus com suas reclamações: "Nenhum dos que viram a minha glória e os sinais miraculosos que realizei no Egito e no deserto, e me puseram à prova e me desobedeceram dez vezes, nenhum deles chegará a ver a terra que prometi com juramento aos seus antepassados. Ninguém que me tratou com desprezo a verá" (Números 14:22-23).

Viu só o que pode acontecer? Os israelitas foram ingratos com Deus ao reclamar, reclamar e reclamar. Eles reclamaram das coisas que estavam vivendo durante a travessia do deserto, e não prestaram atenção em TUDO o que o Senhor havia feito de bom para eles durante aquela jornada. Por isso Deus ficou tão irado com o Seu povo. Ele prefere que a gente pratique o "clamar" em vez do "reclamar". Veja o exemplo de Moisés, que foi levantado por Deus para liderar aquele povo até a Terra Prometida: "E o povo começou a reclamar a Moisés, dizendo: "Que beberemos?" (Êxodo 15:24).

Moisés poderia ter "entrado na onda" do povo e começado a reclamar para Deus, mas o versículo seguinte mostra o que ele fez, e o que cada um de nós deveria fazer diante de uma situação difícil:

"Moisés clamou ao Senhor, e este lhe indicou um arbusto. Ele o lançou na água, e esta se tornou boa. Em Mara o Senhor lhes deu leis e ordenanças, e os colocou à prova" (Êxodo 15:25).

Como percebemos, as reclamações do povo de Israel trouxeram a ira de Deus, enquanto os clamores de Moisés geraram bênçãos não somente a ele, mas a todos. Ficou claro também que o clamor de uma pessoa pode gerar muito mais coisas boas do que as reclamações de uma multidão. Então, meu irmão, quando você estiver atravessando algum deserto, evite reclamar; prefira clamar a Deus!

LEIA TAMBÉM:
Viva para Deus sem reclamar
Deus quer te tirar do fundo do poço
Estou desanimado pois nada dá certo

 

 

 

Anúncios
Anúncios
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mensagens por Temas