Não deixe que ninguém atrapalhe a sua adoração

/uploads/posts/Não deixe que ninguém atrapalhe a sua adoração

Como é bom ir à casa do Senhor e, nos momentos de louvor, sermos cheios do Espírito Santo. A alegria que toma o nosso coração e a vontade de estar mais perto de Deus fazem com que pulemos, cantemos, batemos palmas e glorifiquemos de todo o coração.

No entanto, sei que muitas pessoas têm deixado de experimentar esse momento único porque alguns irmãos fazem "cara feia" para as suas manifestações de louvor. Se você passa por algo assim na sua igreja, veja dois exemplos lindos de adoração:

A Bíblia conta que, pouco antes de Jesus ser crucificado, uma mulher chamada Maria despejou um frasco de perfume caro sobre os Seus pés. Em seguida, num ato de coragem ainda maior, ela os enxugou com os seus próprios cabelos. "Então Maria pegou um fraco de um perfume muito caro, feito de nardo puro. Ela derramou o perfume nos pés de Jesus e os enxugou com os seus cabelos; e toda a casa ficou perfumada" (João 12:3).

Maria não sacrificou apenas as economias de sua vida inteira, mas também a sua reputação. Isso porque na cultura daquela época, as mulheres de família nunca soltavam os seus cabelos em público. Mas, a verdadeira adoração não tem nada a ver com o que as pessoas pensam de nós.

Veja também o exemplo de Davi que, mesmo tendo que zelar por sua reputação de rei, não se importou com que os outros pudessem pensar; antes, ele preferiu adorar a Deus: "Davi voltou para a casa a fim de estar com a sua família, e Mical, filha de Saul, saiu para encontrá-lo. Ela disse: 'Que bela figura fez hoje o rei de Israel'. Parecia um sem-vergonha, mostrando o corpo para as empregadas de seus funcionários!" Davi respondeu: "Eu estava dançando em louvor ao Senhor (...). Pois eu continuarei a dançar em louvor ao Senhor" (2 Samuel 6:20-21).

Para adorar ao Senhor, Maria e Davi estavam dispostos a serem considerados pessoas escandalosas e imorais. Quando vamos à igreja, na maioria das vezes, nos sentimos pressionados em mostrar uma imagem de que somos espirituais, e com isso, queremos que as pessoas tenham um bom conceito sobre nós. Ou seja, nos empenhamos em "manter os cabelos arrumados" e deixamos de lado o nosso alvo, que é adorar a Deus.

Porém, uma igreja saudável é aquela onde podemos nos soltar e não esconder as nossas falhas por trás de uma fachada de perfeição. Na igreja, deveríamos ser capazes de revelar as nossas fraquezas para encontrarmos força, em vez de escondermos nossas falhas para parecermos fortes. A adoração não tem nada a ver com se comportar como se nada estivesse errado, mas sim, em abrir o coração para Deus, afim de que Ele nos transforme e tenha um relacionamento íntimo conosco. Quando o nosso maior medo é "soltar os cabelos" e dançar diante de Deus, o nosso maior pecado se torna manter uma boa postura só para agradar a homens. Pense nisso!

LEIA TAMBÉM:
Jesus espera que você peça perdão
A verdadeira adoração
Chore aos pés de Jesus