Face a Face

Esboços de pregações

Face a Face com Deus

Anúncios

A Bíblia revela que Deus quer usar as pessoas para cumprir Seus propósitos aqui na Terra. Mas antes disso, o Senhor precisa moldá-las e ensiná-las, para que assim sejam instrumentos poderosos em Suas mãos. Devemos nos colocar à disposição do Senhor e deixar que Ele mude o nosso interior. Veja o exemplo de Jacó, que antes era conhecido como um homem mentiroso e trapaceiro, mas teve sua vida transformada pelo poder de Deus:

"Naquela noite Jacó levantou-se, tomou suas duas mulheres, suas duas servas e seus onze filhos para atravessar o lugar de passagem do Jaboque. Depois de havê-los feito atravessar o ribeiro, fez passar também tudo o que possuía. E Jacó ficou sozinho. Então veio um homem que se pôs a lutar com ele até o amanhecer. Quando o homem viu que não poderia dominá-lo, tocou na articulação da coxa de Jacó, de forma que lhe deslocou a coxa, enquanto lutavam. Então o homem disse: ‘Deixe-me ir, pois o dia já desponta". Mas Jacó lhe respondeu: "Não te deixarei ir, a não ser que me abençoes’. O homem lhe perguntou: ‘Qual é o seu nome?’ ‘Jacó’, respondeu ele. Então disse o homem: ‘Seu nome não será mais Jacó, mas sim Israel, porque você lutou com Deus e com homens e venceu’. Prosseguiu Jacó: ‘Peço-te que digas o teu nome’. Mas ele respondeu: ‘Por que pergunta o meu nome? ‘ E o abençoou ali. Jacó chamou àquele lugar Peniel, pois disse: ‘Vi a Deus face a face e, todavia, minha vida foi poupada’" (Gênesis 32:22-30).

Peniel significa "a face de Deus" e, quando Jacó ficou face a face com o Senhor (representado por um homem ou anjo), algo extraordinário aconteceu. A sua mudança foi tão grande que Deus mudou até o seu nome. O mesmo pode acontecer em nossas vidas! Para isso, precisamos ficar a sós com o Senhor, assim como Jacó. Veja o que acontece quando fazemos essa escolha:

1) DEUS NOS FERE

Quando o homem viu que não poderia dominá-lo, tocou na articulação da coxa de Jacó, de forma que lhe deslocou a coxa, enquanto lutavam" (Gênesis 32:25).

Jacó estava fugindo do seu irmão Esaú por ter roubado a bênção da primogenitura, e talvez pensasse que podia passar por cima de tudo e todos. Com isso, ao ficar sozinho e lutar, o Senhor achou necessário ferir a sua coxa. Mas talvez você se pergunte: "Por que a coxa de Jacó precisou ser tocada?"

Naquela época, a coxa simbolizava o poder de um homem, pois ela é a parte em que está localizado o osso mais longo e mais volumoso do corpo humano. É nela também, que se fazia os juramentos no Antigo Testamento. Quando um senhor mandava seu servo cumprir uma missão importante, ele pedia que o servo colocasse a mão debaixo da coxa e prometesse que iria cumprir o que foi pedido. (Leia Gênesis 47:29)

Vemos que Jacó teve uma experiência espiritual, e geralmente, todos que experimentam a presença de Deus, adquirem uma autoridade, uma força e uma liberdade maravilhosa. Porém, isso também pode nos prejudicar e nos afastar do Senhor, pois começamos a ‘achar’ que somos fortes o bastante, capazes e mais amados do que as outras pessoas. A presença de Deus em nossa vida, muda o nosso coração e a nossa visão sobre tudo ao nosso redor, e se não vigiarmos, podemos esfriar na fé ao nos tornarmos orgulhosos e julgadores. Com isso, creio que o ferimento na coxa de Jacó serviu para que ele se lembrasse que Deus é maior, mais forte e é Ele quem governa.

No Novo Testamento vemos o exemplo do apóstolo Paulo, que também passou por uma experiência espiritual, onde foi arrebatado ao terceiro céu (2 Coríntios 12:2-4), e depois disso, Deus colocou nele um espinho na carne para que não se tornasse um homem orgulhoso. Veja o que ele disse:

"Para impedir que eu me exaltasse por causa da grandeza dessas revelações, foi-me dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás, para me atormentar. Três vezes roguei ao Senhor que o tirasse de mim. Mas ele me disse: "Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza". Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte" (2 Coríntios 12:7-10).

Com a gente acontece a mesma coisa. Somos pecadores e temos muitas áreas de nossas vidas que desagradam o coração de Deus. Porém, quando decidimos abrir nosso coração e ficamos face a face com Ele, o Senhor permite que sejamos feridos. Porém, toda dor vem somente para nos fazer bem - "Como é feliz o homem a quem Deus corrige; portanto, não despreze a disciplina do Todo-poderoso. Pois ele fere, mas dela vem tratar; ele machuca, mas suas mãos também curam..." (Jó 5:17-19).

2) DEUS NOS CONFRONTA

"O homem lhe perguntou: ‘Qual é o seu nome?’ ‘Jacó’, respondeu ele" (Gênesis 32:27).

Após ser ferido, Jacó foi confrontado. Quando Deus perguntou o seu nome, ele respondeu com firmeza: Jacó. É como se ele estivesse dizendo: "Desta vez eu não esconder quem eu sou de verdade. Sou um trapaceiro, mentiroso e manipulador (pois, na língua daquele povo, Jacó significa justamente isso - trapaceiro e usurpador).

Deus fez essa pergunta para confrontar o caráter de Jacó. Naquela hora, ele poderia ter disfarçado e não ter confessado quem ele realmente era, mas escolheu deixar as máscaras caírem. E nós devemos agir da mesma forma! Depois que ficamos face a face com Deus e somos feridos e confrontados por Ele, temos que ser transparentes e confessar o que realmente somos: pecadores.

 "Quem esconde os seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia" (Provérbios 28:13). (Leia: Naamã e sua vida de aparência)

3) DEUS NOS TRANSFORMA

"Então disse o homem: ‘Seu nome não será mais Jacó, mas sim Israel, porque você lutou com Deus e com homens e venceu’" (Gênesis 32:28).

Ferido, confrontado e, agora, transformado! Foi isso que o Senhor fez na vida daquele homem que, antes, levava uma vida cheia de erros. Mesmo depois de ter passado por Betel - "casa de Deus" (leia Gênesis 28) - Jacó continuou sendo Jacó, ou seja, um homem mentiroso, enganador e que manipulava as pessoas. Faltava ele ser transformado pela glória de Deus, e isso aconteceu depois que ele se dispôs a mudar. De mentiroso e trapaceiro, ele passou a ser chamado de Israel, que significa "aquele que luta com Deus". Ou seja, antes ele vivia lutando contra Deus, mas agora começaria a lutar ao lado do Senhor, para fazer a vontade Dele!

Que transformação, você não acha!? É assim que acontece com a gente também. Quando deixamos Deus nos vencer e nos confrontar, nos tornamos pessoas muito melhores do que éramos antes e prontos para fazer a Sua obra! Se você também deseja ser transformado e ser reconhecido como Israel, se coloque face a face com Deus e esteja disposto a ser a pessoa que Ele quer que você seja!

LEIA TAMBÉM:
Esboços de pregação
Descubra o propósito de Deus para sua vida
Não desista da caminhada com Deus
5 maneiras de mudar o mundo

Anúncios
Anúncios
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mensagens por Temas