Quem comete suicídio perde a sua salvação?

Perguntas e respostas

Quem comete suicídio perde a sua salvação?
Anúncios

"Pastor, no ano passado, um irmão da igreja muito próximo à minha família cometeu suicídio. E isso nos pegou de surpresa, pois ele sempre foi um homem muito temente a Deus, que amava a Obra e se dedicava ao máximo a ela. Algumas pessoas da igreja disseram que, por ter tirado a própria vida, esse homem perdeu sua salvação. Isso é verdade?"

R: Este é, com certeza, um assunto muito triste e delicado, pois o suicídio coloca fim ao maior presente de Deus - a vida. Certa vez, eu li na internet que cerca de um milhão de pessoas cometem suicídio todos os anos e os principais motivos que levam alguém a tirar a própria vida são a falta de motivação para viver, o desespero diante de problemas que parecem não ter solução, a falta de um sentido para a própria existência, problemas de saúde, financeiros e familiares, etc. E é bem provável que esse irmão da igreja de vocês tenha sofrido com um desses males. Então, diante disso tudo que você disse, vamos ver o que a Bíblia diz sobre o suicídio:

Antes de qualquer coisa, é preciso deixar claro que a Bíblia não fala nada diretamente sobre o suicídio. O que se sabe é que o suicídio é um pecado que se encaixa no mandamento deixado por Deus a Moisés: "Não matarás" (Êxodo 20:13). Isso significa que aquele que se suicida mata a si mesmo, desrespeitando a ordem do Senhor.

Ao mesmo tempo, temos que lembrar que a Bíblia afirma que existe apenas um pecado imperdoável, que é a blasfêmia contra o Espírito Santo (Mateus 12:31). (Leia sobre isso aqui) Então, por mais que o suicídio seja um ato de consequências terríveis para quem o comete e também para seus familiares e amigos, ele não pode ser considerado um pecado imperdoável. Porém, é preciso que façamos algumas considerações importantes:

a) Quando a pessoa que cometeu o suicídio não conheceu a Jesus

A Bíblia é muito clara quando diz que todos aqueles que não se renderam a Cristo e não creram nEle como Senhor e Salvador de suas vidas, estão condenados a passarem a eternidade longe da presença de Deus, no inferno. Jesus disse: "Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado" (Marcos 16:16). Isso significa que um incrédulo que comete o suicídio continuará perdido após a morte. O sofrimento dessa pessoa não cessará com a morte.

Por isso é tão importante que nós, cristãos, ajudemos pessoas que estão dando sinais de que vão cometer o suicídio a se voltarem para Jesus. Temos que mostrar a elas que Cristo pode transformar suas vidas e lhes dar um novo ânimo, uma nova esperança.

b) Quando a pessoa que cometeu o suicídio conheceu a Jesus

Será que uma pessoa que conhece o amor de Deus pode pensar em suicídio? Sim, pode - por mais difícil que seja acreditar nisso. E a Bíblia nos comprova isso ao relatar alguns casos de homens de Deus que, diante de situações desesperadoras, desejaram a morte. Por exemplo, Elias quis morrer quando foi perseguido por Jezabel (1 Reis 19:4). Diante da responsabilidade de conduzir o povo de Israel rumo à Terra Prometida, Moisés pediu para Deus matá-lo (Números 11:15); e Jonas, por um motivo mais fútil, também desejou morrer  (Jonas 4:3). É óbvio que eles não pensaram em cometer o suicídio (se matar com as próprias mãos), mas pediram a Deus que os levassem, ou seja, queriam morrer.

Mas a verdade é que, mesmo servos fiéis de Deus podem pensar em suicídio diante de momentos difíceis e desesperadores. É lógico que nenhuma crise, por pior que possa parecer, justifica o suicídio, mas a realidade é que esses casos existem por causa da complexidade do coração do homem (mesmo dos tementes a Deus) e, também, por causa de sua natureza pecaminosa, que pode aflorar em alguns momentos. Do mesmo modo que uma pessoa de Deus pode pecar em um momento de raiva descontrolada, por exemplo, outro poderá atentar contra a própria vida em momentos semelhantes. O problema é que o suicídio é algo definitivo, não dá para se arrepender.

Mas será que o cristão que comete suicídio perde a sua salvação? Você disse que o seu irmão na fé era um homem temente a Deus, que amava a Obra e se dedicava a ela. Eu tenho certeza de que os frutos de sua vida com o Senhor eram notórios. Porém, em um momento de desespero, ele tirou a própria vida. E por mais que as pessoas da igreja digam que ele não será salvo por causa do ato que cometeu, quem pode garantir que ele não irá para os braços do Pai? Se ele foi verdadeiramente alcançado pela graça quando ainda era jovem, creio que essa mesma graça o conduziu à presença do Senhor para desfrutar da salvação, mesmo que tenha cometido um pecado. Mas, é preciso que fique bem claro que somente Deus pode julgar se uma pessoa será salva ou não, pois somente Ele vê o coração e conhece quem nós realmente somos!

Assim, a Bíblia não nos autoriza a acreditar que um servo fiel a Deus possa perder sua salvação porque cometeu o pecado do suicídio. Basta lembrarmos que Deus é quem nos conduz à salvação pela graça, e não por nossos méritos (Efésios 2:8-9). Então, como alguém que recebeu Jesus e foi selado pelo Espírito Santo da promessa (Efésios 1:13) pode perder a salvação por causa do erro de ter tirado a própria vida?

Que fique claro aqui que não estou dizendo que o suicídio é algo "normal" e que seja algo sem importância. Longe disso! Não temos o direito de tentar contra a vida de ninguém - nem mesmo a nossa. Falo apenas de um ato desequilibrado na vida de alguém que não encontrou uma oportunidade de mudança, de consertar aquela área específica de sua vida.

Todos nós, filhos do Deus Altíssimo, iremos morrer sem ter conseguido consertar algumas áreas de nossas que ainda precisavam ser libertas do pecado e santificadas pelo Espírito Santo. É por isso que o mérito da nossa salvação é de Cristo e não nosso. Se isso dependesse somente de nós, todos estaríamos perdidos. Em mais de 15 anos de caminhada com Jesus, ainda não conheci um crente que fosse perfeito.

Diante de tudo isso, o que podemos fazer?

No início desse texto, citei um estudo que estima que 1 milhão de pessoas cometem suicídios todos os anos. Imagine agora, quantas dessas pessoas que vão se suicidar neste ano estão perto de você! Elas estão por aí, dando sinais, gritando silenciosamente por ajuda, clamando por socorro, buscando desesperadamente por um alívio de suas dores. O nosso papel é oferecer toda a ajuda necessária para essas pessoas, pois sabemos que Jesus é o caminho, a verdade e a vida. Essas pessoas precisam de conforto, precisam ser ouvidas, precisam de um ombro amigo que as faça desistir dessa prática terrível que é o suicídio. Que Deus te abençoe e te capacite a levar a luz do Evangelho.

LEIA MAIS:
Suicídio não é a solução: Veja porquê
Perguntas sobre salvação
Perguntas sobre morte e luto
Perguntas sobre outros assuntos

Anúncios
Anúncios
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mensagens por Temas