Fazer tatuagem

Mensagens evangelicas

O cristão pode fazer tatuagem?

Anúncios

"Sou novo convertido e tenha muita vontade de fazer tatuagem. As pessoas da minha igreja não concordam, mas eu gostaria de saber a sua opinião."

R: Uma das perguntas que sempre ouço das pessoas é se o cristão pode fazer tatuagem ou não. Diante de tantas dúvidas e opiniões próprias, precisamos tomar cuidado para não julgarmos precipitadamente. 

O assunto da tatuagem sempre gerou muita polêmica e discussão dentro das igrejas. Muitos, inclusive, utilizam o versículo de Levítico no Antigo Testamento para afirmar que o crente está proibido de fazer tatuagens: "Pelos mortos não dareis golpes na vossa carne; nem fareis marca alguma sobre vós. Eu sou o Senhor" (Levítico 19:28).

Podemos observar claramente nesta passagem que não existe nada indicando que um cristão não possa fazer tatuagens, pois é uma ordem de Deus ao povo de Israel para não imitarem os costumes das nações pagãs da época, que feriam e marcavam seus corpos em adoração aos mortos. Dessa forma, esse texto não pode ser utilizado para proibir o uso de tatuagem.

A verdade é que não existe na Bíblia nenhuma passagem que proíba ou autorize essa prática. Por isso, antes de você decidir fazer uma tatuagem, acredito que é preciso analisar alguns pontos para que essa decisão não se transforme em um problema e, principalmente, não desagrade a Deus. Vejamos:

1) Tudo deve ser feito para a glória de Deus

A Bíblia diz: "Quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus" (1 Coríntios 10:31). Esse princípio citado pelo apóstolo Paulo deve ser aplicado em absolutamente todas as nossas ações - inclusive quando se decide fazer uma tatuagem. Se ela está relacionada apenas à vaidade, ou se é um ato de rebeldia contra algo ou alguém, ela não deve ser feita, pois não será para a glória de Deus. O Senhor leva muito em consideração a motivação em que fazemos nossas escolhas, pois Ele sabe que uma motivação errada fatalmente nos levará para o caminho errado. Então, antes de se tatuar, você precisa se perguntar: "A minha decisão de fazer uma tatuagem vai glorificar o nome do meu Deus?"

2) Que tipo de tatuagem será feita?

Muita gente não presta atenção nisso quando vai fazer uma tatuagem, mas a verdade é que existem muitos desenhos que carregam fortes simbologias vindas até mesmo do satanismo. Por isso, se você quer fazer uma tatuagem, procure saber muito bem qual a origem do desenho a ser feito e peça a opinião de várias pessoas que você considera espirituais. Não faça nada precipitadamente!

3) A tatuagem vai escandalizar?

Essa questão do escândalo é muito subjetiva, pois o que pode escandalizar uma pessoa pode ser totalmente normal para a outra. Porém, Paulo nos deixou um bom ensinamento a respeito desse assunto em 1 Coríntios 8:1-13, quando falou sobre a nossa liberdade cristã, principalmente em relação às pessoas mais fracas na fé.

No texto, ele fez duas conclusões importantes que podem ajudar você que está pensando em se tatuar: "Contudo, tenham cuidado para que o exercício da liberdade de vocês não se torne uma pedra de tropeço para os fracos. (...) Portanto, se aquilo que eu como, leva o meu irmão a pecar, nunca mais comerei carne, para não fazer meu irmão tropeçar" (1 Coríntios 8:9;13).

Com isso, Paulo quis nos ensinar que o Reino de Deus é formado por uma família de muitos irmãos e não podemos pensar de forma egoísta. Então, se você quer fazer uma tatuagem, avalie se essa decisão vai trazer mais problemas do que bênçãos para sua vida, e para o meio em que você está. Na dúvida, o ideal é conversar com o seu líder espiritual.

4) Você sente a paz de Cristo no coração?

Se você quer fazer uma tatuagem, porém, tem mais dúvidas do que certezas, preste atenção ao que a Palavra de Deus diz: "Que a paz de Cristo seja o juiz em seus corações" (Colossenses 3:15a). O dicionário diz que árbitro é aquele que tem capacidade de julgar e apontar a direção certa sobre algo. Com isso, a Bíblia coloca a paz de Jesus como uma excelente forma de nos guiar quando precisamos tomar uma decisão importante.

A dúvida, geralmente, tira a nossa paz. Então, se a dúvida é maior do que a certeza em relação a fazer uma tatuagem em seu corpo, pode ser que Deus não queira que você faça. O importante é você sempre obedecer a vontade de Deus, para não se arrepender no futuro. Vale lembrar que essa paz de Cristo, citada acima, vêm através da nossa comunhão com o Senhor, à medida em que O buscamos. Por isso ore e esteja com o coração aberto para ter a confirmação de Deus ou para ouvir um "não". Porém, se a sua consciência estiver pesada e mesmo assim você fizer, então você pecou. Veja:

"Assim, seja qual for o seu modo de crer a respeito destas coisas, que isso permaneça entre você e Deus. Feliz é o homem que não se condena naquilo que aprova. Mas aquele que tem dúvida é condenado se comer, porque não come com fé; e tudo o que não provém da fé é pecado" (Romanos 14:22,23).

A minha opinião

Acredito que os quatro pontos acima dão referenciais suficientes para você decidir se irá fazer ou não uma tatuagem. Antes de eu entregar minha vida para Jesus aos 18 anos, eu tinha muita vontade de fazer tatuagens, mas meus pais nunca deixaram. Como eu era jovem e muito impulsivo, certamente hoje eu teria o meu corpo todo tatuado (Leia meu testemunho aqui), mas hoje agradeço a Deus e meus pais por não ter feito, pois eu sei que estaria arrependido. 

Uma vez conheci um homem muito abençoado, estudioso da Palavra de Deus, que fez muitas tatuagens, sendo a maioria delas religiosas, como cruz e versículos, mas ele disse que se arrependeu amargamente de ter feito e que não aconselharia ninguém a começar. Ele até citou o versículo: "Tudo me é permitido , mas nem tudo me convém"  (1 Corintios 10:23). Então, o meu conselho é que você analise bem, pois marcar o corpo para o resto da vida é algo muito sério! Não dá para voltar atrás. É diferente do que como cortar o cabelo, por exemplo, pois ele logo crescerá. Fazer tatuagem não é pecado, desde que esteja de acordo com os pontos abordados acima. Você também não irá para o inferno por causa de tatuagens, mas acredito que, mais cedo ou mais tarde, você poderá se arrepender por isso.

Muitos cristãos não fazem tatuagem porque pensam que precisam conservar o corpo para a ressurreição com Jesus, mas essa é uma forma errada de pensar. Em 1 Coríntios capítulo 15 vemos que o nosso corpo será glorificado, ou seja, lá no Céu não teremos um corpo "restaurado", mas sim um corpo completamente novo! Se não fosse assim, o que seria das pessoas que morreram em um incêndio, explosão ou em um acidente? Veja o que Paulo disse:

"Há corpos celestes e há também corpos terrestres; mas o esplendor dos corpos celestes é um, e o dos corpos terrestres é outro. O primeiro homem era do pó da terra; o segundo homem, do céu. Os que são da terra são semelhantes ao homem terreno; os que são do céu, ao homem celestial" (1 Coríntios 15:40,47,48).

Há outras pessoas que dizem que o cristão não deve fazer tatuagem porque o corpo é templo do Espírito Santo (1 Coríntios 6:13-20). No entanto, esse contexto bíblico está falando sobre o dever de nos afastarmos dos pecados sexuais, pois o Deus que habita em nós é santo, e a tatuagem não entra nesse contexto.

Para resumir: reflita sobre a sua verdadeira motivação, veja se ela irá escandalizar os irmãos e se você sente a paz de Cristo no seu coração.

LEIA TAMBÉM:
Mensagens sobre vida cristã
O que a Bíblia diz sobre maquiagem?
Como ser cheio do Espírito Santo
Como vencer as tentações da carne

Anúncios
Anúncios
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mensagens por Temas