Dois caminhos diferentes | Histórias para reflexão

/uploads/posts/Dois caminhos diferentes | Histórias para reflexão

Vítor e Paulo eram irmãos gêmeos. Os dois tinham apenas cinco anos de idade quando a mãe, vítima de um câncer, morreu. As crianças, então, ficaram sob os cuidados do pai, um homem alcoólatra e muito violento. Depois de muito sofrerem, eles acabaram fugindo de casa e se perderam um do outro. Eles nunca mais se viram.

O tempo passou e Vítor se tornou um advogado muito bem sucedido, professor universitário, palestrante, um marido e pai exemplar e, principalmente, um homem temente a Deus. Já Paulo estava sempre desempregado, passava o dia todo nos bares bebendo e arrumando confusão, sobrevivendo graças ao favor de um e outro. Por causa de sua situação, sua mulher e filhos o abandonaram.

Numa noite de quinta-feira, após terminar uma de suas palestras sobre a importância da perseverança, Vítor foi abordado por um estudante no saguão do auditório:

_ Professor, o senhor sempre teve essa perseverança extraordinária? De onde o senhor tira tanta força de vontade?

Naquela mesma noite, quase na mesma hora, Paulo estava sentando à beira de uma calçada, bêbado, chorando e pensando no que tinha feito com a sua vida. Então, um companheiro de bebedices, se aproximou e perguntou:

_ Me diga uma coisa, meu amigo: você nunca teve força de vontade? Nunca quis ser uma pessoa vencedora?

As respostas dos gêmeos começaram do mesmo jeito:

_ Meu pai foi um péssimo exemplo de homem. Ele era alcoólatra, batia muito em mim, no meu irmão e na minha querida mãe. Ele não conseguia ficar mais de duas semanas em um emprego. Nossa vida era miserável e nós só tínhamos o que comer graças a uma vizinha que nos levava um pouco de alimento. Quando minha mãe se foi, meu irmão gêmeo e eu fugimos de casa, mas acabamos nos perdendo numa estação de trem e nunca mais nos encontramos. A minha família literalmente acabou.

Porém, terminaram bem diferentes:

Paulo, com um ar derrotado, continuou dizendo de forma melancólica ao amigo:

_ Todo esse sofrimento me destruiu, acabou com a minha vontade de viver. Me entreguei aos vícios por não suportar essa vida. Perdi a fé em Deus e não tenho vontade nenhuma de vencer.

Já Vítor, confiante, afirmou ao seu aluno:

_ Deus usou todo esse sofrimento para me fortalecer. Se hoje sou o que sou e tenho o que tenho, foi graças a Ele que me sustentou e me deu força de vontade para seguir em frente.

Não importa quem foram os seus pais ou o que você viveu no passado. Deus pode escrever uma nova história para você, basta que você entregue a Ele os seus caminhos obedeça a Sua Palavra.

"Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apóie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas" (Provérbios 3:5,6).

LEIA TAMBÉM:
Histórias para reflexão
Tudo é possível ao que crê

Vença o medo com a ajuda de Deus
Aprenda a ver com a visão de Deus