Alimente o seu espírito

/uploads/posts/Alimente o seu espírito

"Por isso nunca ficamos desanimados. Mesmo que o nosso corpo vá se gastando, o nosso espírito vai se renovando dia a dia" (2 Coríntios 4:16).

Quem já leu na Bíblia as cartas de Paulo sabe o quanto esse homem sofreu durante a sua vida cristã. Ele foi maltratado, perseguido e preso. O apedrejaram, bateram no seu rosto, rasgaram suas roupas, mas, mesmo assim, ele nunca deixou de anunciar o Evangelho. Por onde ele andava, levava a Verdade de Jesus, sem se importar com o que iria enfrentar. Seu corpo, certamente, carregava as marcas e cicatrizes causadas pelas agressões que sofria. Contudo, o espírito de Paulo se renovava a cada dia. A cada dia de sofrimento físico, ele era espiritualmente fortalecido por Deus para suportar todas as coisas. Tanto é verdade que, mesmo diante de toda a sua situação, ele conseguia se manter em paz e fortalecer os irmãos em Cristo. Ele sabia da volta de Cristo e essa esperança o movia para seguir em frente. Veja o que ele disse: "Pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles" (2 Coríntios 4:17).

Talvez você se pergunte: Como é que um homem que sofreu tanto, pôde dizer que seu sofrimento foi "leve e momentâneo"? Se olharmos com os olhos naturais, nunca entenderemos isso, mas se lembrarmos da glória eterna com Cristo que está reservada para nós, qualquer sofrimento se torna pequeno. Por isso devemos refletir: "Como eu tenho olhado para os meus sofrimentos? Eu tenho confiado em Deus ou me afundado nos problemas da vida?" Nunca se esqueça de uma coisa: "Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar" (1 Coríntios 10:13).

O apóstolo Paulo não podia impedir que as pessoas o perseguissem, humilhassem e o colocassem em uma prisão, mas ele podia cuidar do seu espírito, buscando a Deus e sendo fortalecido. Ele buscava ao Senhor constantemente, por isso tinha o espírito renovado. Em vez de reclamar das coisas que acontecia em sua vida, Paulo alimentava o seu espírito com a Palavra de Deus, oração e jejum. Sua comunhão com Deus era tão intensa que ele não se importava com o sofrimento presente. "Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno" (2 Coríntios 4:18).

Paulo tinha certeza de que aquele sofrimento iria acabar e que, um dia ele receberia o seu galardão. Nós precisamos ser como ele! Mesmo cansados, desanimados e fisicamente doentes, devemos buscar a comunhão com Deus, para que o nosso espírito seja renovado. Deus nos molda quando passamos por situações difíceis, pois são nesses momentos que nos tornamos mais sensíveis ao toque Dele e permitimos Seu cuidado por nós. Se Paulo não estivesse em comunhão com Deus, dificilmente ele teria permanecido firme nas promessas, da mesma forma, nós devemos aprender a nos "reabastecer" em Deus com oração, jejum, leitura da Palavra. Só assim renovaremos nossas forças dia após dia!

LEIA TAMBÉM:
A luta da carne x espírito
Como não entristecer o Espírito Santo
Como vencer as tentações da carne
Pequei contra Deus e agora?