Jesus quer transformar água em vinho

/uploads/posts/Jesus quer transformar água em vinho

"No terceiro dia houve um casamento em Caná da Galiléia. A mãe de Jesus estava ali; Jesus e seus discípulos também haviam sido convidados para o casamento. Tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: 'Eles não têm mais vinho'. Respondeu Jesus: 'Que temos nós em comum, mulher? A minha hora ainda não chegou'. Sua mãe disse aos serviçais: 'Façam tudo o que ele lhes mandar'. Ali perto havia seis potes de pedra, do tipo usado pelos judeus para as purificações cerimoniais; em cada pote cabia entre oitenta a cento e vinte litros. Disse Jesus aos serviçais: 'Encham os potes com água'. E os encheram até à borda. Então lhes disse: 'Agora, levem um pouco do vinho ao encarregado da festa'. Eles assim o fizeram, e o encarregado da festa provou a água que fora transformada em vinho, sem saber de onde este viera, embora o soubessem os serviçais que haviam tirado a água. Então chamou o noivo e disse: ‘Todos servem primeiro o melhor vinho e, depois que os convidados já beberam bastante, o vinho inferior é servido; mas você guardou o melhor até agora’. Este sinal miraculoso, em Caná da Galiléia, foi o primeiro que Jesus realizou. Revelou assim a sua glória, e os seus discípulos creram nele." (João 2:1-11)

Maria chega a Jesus com um pedido: "Acabou o vinho". E Jesus responde de forma estranha: "A minha hora não chegou". Ele estava falando de quê? Crucificação? Não! Jesus estava falando do seu ministério que estava começando. Então, Ele transforma, milagrosamente, seis jarros de água em vinho.

Mas por que Jesus esperou para fazer esse milagre? Ele esperou que cada garrafa, cada copo dos convidados da festa se esvaziassem até que todos ficassem preocupados. Jesus esperou que todos os recursos se esgotassem! Nada poderia resolver aquele problema, senão um milagre. Foi quando o poder de Deus entrou em ação! 

Ou seja: Jesus estava mostrando para as pessoas como Ele age diante das situações difíceis. Até o momento Ele era apenas um convidado do casamento, mas quando o vinho acabou, as pessoas voltaram os seus olhos para Ele. Vejamos um outro exemplo disso:

"Então informaram a Josafá: ‘Um exército enorme vem contra ti de Edom, do outro lado do mar Morto. Já está em Hazazom-Tamar, isto é, En-Gedi’. Alarmado, Josafá decidiu consultar o Senhor e proclamou um jejum em todo o reino de Judá. Reuniu-se, pois, o povo, vindo de todas as cidades de Judá para buscar a ajuda do Senhor" (2 Crônicas 20:2-4).

Josafá recebeu uma mensagem terrível. Foram momentos de trevas, de profunda tristeza. Não havia saída: "Ó nosso Deus, não irás tu julgá-los? Pois não temos força para enfrentar esse exército imenso que está nos atacando. Não sabemos o que fazer, mas os nossos olhos se voltam para ti" (2 Crônicas 20:12).

E qual foi a resposta? "Ele disse: ‘Escutem, todos os que vivem em Judá e em Jerusalém e o rei Josafá! Assim lhes diz o Senhor: Não tenham medo nem fiquem desanimados por causa desse exército enorme. Pois a batalha não é de vocês, mas de Deus'" (2 Crônicas 20:15).

No desespero, brotou a fé! Então, o povo louvou e Deus enviou um anjo e pôs uma emboscada, que destruiu todo o exército inimigo. Ou seja: na hora do desespero, veio o livramento.

Essa geração está sem vinho. Só um milagre pode salvá-la!

O Salmos 104:15 diz que "O vinho, que alegra o coração do homem; o azeite, que faz brilhar o rosto, e o pão que sustenta o seu vigor". Vemos com isso que, na Bíblia, o vinho representa a alegria. Mas hoje, a igreja está repleta de jarros vazios: muitos têm mágoa do pastor e outros tantos bebem do velho vinho deste mundo. Mas não é isso que Jesus deseja. Ele está esperando apenas a hora certa para agir e fazer um milagre em sua vida. Para que isso aconteça, você deve seguir o conselho de Maria, que disse: "Façam tudo o que Ele mandar!" Deus é fiel e não te desamparará, basta que você O obedeça!