Deus é a fonte de Águas vivas

Esboços de pregações

Deus é a fonte de Águas vivas

Anúncios

Jeremias viveu, mais ou menos, há 600 anos antes de Cristo. Ele profetizou durante 40 anos e foi chamado por Deus ainda menino. Naquele tempo, o povo de Judá estava se afastando de Deus. Eles confiavam no templo e nos sacerdotes para serem salvos dos inimigos, e não em Deus. Veja o que o Senhor disse a eles:

"Alguma nação já trocou os seus deuses? E eles nem sequer são deuses! Mas o meu povo trocou a sua Glória por deuses inúteis. espantem-se diante disso, ó céus! Fiquem horrorizados e abismados’, diz o Senhor. 'O meu povo cometeu dois crimes: eles me abandonaram, a mim, a fonte de água viva; e cavaram as suas próprias cisternas, cisternas rachadas que não retêm água'" (Jeremias 2:11-13).

Cisternas eram poços escavados na terra para armazenar as águas das chuvas e que, nos tempos de seca, serviam para matar a sede das pessoas e de seus animais. Porém, de nada adiantava uma cisterna rachada, que não retêm água. Vejamos porque Deus diz que o povo cavou suas próprias cisternas rachadas:

1) O povo abandonou a Deus, a fonte de Águas Vivas

"Ó Senhor, esperança de Israel, todos os que te abandonarem Sofrerão vergonha; aqueles que se desviarem de ti terão os seus nomes escritos no pó, pois abandonaram o Senhor, a fonte de água viva" (Jeremias 17:13).

Deus não é cisterna; Ele é fonte de águas vivas! A cisterna armazena a água; Deus produz a água.

As pessoas se desviaram. Prestavam cultos vazios, se perderam na prostituição, esqueceram-se dos pobres. Elas ofereciam o pior, os restos a Deus. Mas se Deus é manancial de águas vivas, por que seu povo o abandona? Porque são atraídos pelo pecado, pelo mundo, pelas cisternas rachadas, que não podem armazenar aquilo que somente Deus pode dar. Através do profeta Miquéias, Deus disse: "Meu povo, que foi que eu fiz contra você? Fui muito exigente? Responda-me" (Miquéias 6:3).

Jesus contou que o filho pródigo estava cansado, insatisfeito na casa do pai e decidiu viver a vida no "mundão". Quando gastou tudo o que tinha, percebeu que na casa de seu pai havia uma fonte inesgotável até para os menos favorecidos. Ele, então, se arrependeu, e voltou.

2) O povo cavou cisternas que não retêm águas

"E cavaram as suas próprias cisternas, cisternas rachadas que não retêm água". O povo queria o superficial. Eles pensaram: nosso Deus é muito exigente. Queremos ser livres, queremos ser como os outros povos para não ficarmos feridos na consciência.

Cavar cisternas rachadas é a maneira humana de tentar satisfazer as necessidades espirituais.

- É ajuntar mestres segundo seus desejos e ambições: "Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, sentindo coceira nos ouvidos, segundo os seus próprios desejos juntarão mestres para si mesmos" (2 Timóteo 4:3);

- É buscar a felicidade, mesmo que seja no pecado;

- É a teologia da prosperidade - os líderes se ensoberbecem diante do dinheiro fácil;

- Os cultos viram shows. Mãos erguidas, frases feitas, ministros de louvor se tornam pop-star.

- Orações egoístas: "eu reivindico", "eu determino".

Mas, se continuarmos assim, morreremos de sede! Jesus é a água viva, que jorra para a vida eterna!

LEIA TAMBÉM:
Naamã e sua vida de aparência
Deus te guiará a águas tranquilas

Anúncios
Anúncios
Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mensagens por Temas