A grandeza de Deus diante dos nossos problemas

/uploads/posts/A grandeza de Deus diante dos nossos problemas

"O Senhor disse a Jó: 'Aquele que contende com o Todo-poderoso poderá repreendê-lo? Que responda a Deus aquele que o acusa!'" (Jó 40:1,2).

Toda pessoa que passa por um momento de sofrimento deve buscar a Deus com sinceridade, assim como Jó fez. Ele foi até o Senhor e perguntou a Ele o porquê de tanta tragédia; e não há nada de errado nisso, desde que você não pense que Deus é obrigado a te dar uma resposta. Até Jesus, pregado na cruz, falou: "Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste?" (Mateus 27:46).

Nem sempre sabemos o porquê das coisas. Também não acredito que seja errado dizer: "Deus, eu não concordo com esse plano que o Senhor tem para a minha vida". No Getsêmani, Jesus orou: "Meu Pai, se for possível, afasta de mim este cálice; contudo, não seja como eu quero, mas sim como tu queres" (Mateus 26:39). Você pode até questionar os planos do Senhor e mostrar a Ele que está com medo ou insatisfeito, porém, no final, você deve dizer: "contudo, não seja como eu quero, mas sim como tu queres".

Jó fez diversas perguntas a Deus sobre seu momento de crise e, depois, começou a tentar explicar as coisas. Depois de ouvir tudo o que aquele homem tinha a dizer, Deus perguntou a ele: "Onde você estava quando lancei os alicerces da terra? Responda-me, se é que você sabe tanto" (Jó 38:4). Deus estava perguntando algo assim: "Então, Jó... Já que você se acha tão esperto, me diga: o que está acontecendo? Não me lembro de você ao meu lado quando Eu estava criando o mundo!".

Deus nunca explicou o porquê das coisas a Jó. Em vez disso, Ele só revelou mais de Si mesmo a ele. Por isso, mais do que uma boa explicação, o que você precisa de verdade é de um encontro com Deus - uma revelação dEle. Porque quando O conhecemos pelo que Ele é, vemos nossos problemas como eles são. Lembre-se disso: se Deus for grande na sua vida, seus problemas serão pequenos.